Header Ads

  • Últimas Novidades

    Halison Paixão, compositor angolano encanta e faz sucesso com o Single “Alma gêmea”



    Você pode não conhecer Halison Paixão, mas, com certeza, já ouviu e cantou pelo menos uma música que ele compôs. O artista tem “centenas” de musicas catalogadas e registradas e dezenas delas hits absolutos no mercado nacional
    Halisson é um dos nomes mais interessantes do mundo da musica que surgiram no cenário mainstream dos últimos anos. Cantor pop a moda angolana, cujas letras se resumem ao amor, paixão, conquistas e sedução. Voz com pé em tons de estrelas internacionais e entonação digna de calouros exagerados de programas de competições musicais, mesmo não sendo um interprete de excelência como é enquanto compositor, agradou com o sucesso “Minha Bebe” e regressa em grande no estilo Naija em “Alma Gêmea” com o já consagrado Filho Do Zua.
    Ele é o autor de canções como ” Não entendo de Yola Semedo, Lá no fundo de Yola Semedo, Fora de moda de Yuri da Cunha e Ary, Carlito de Yola Semedo, Quem me dera de Nsoki, Esperança de Yola Semedo, Moça seria- Edmázia (Nova) entre outras . Paixão canta Soul Music e R&B, começou a cantar precisamente há seis anos após a sua descoberta. Paixão partiu para a África do Sul, onde trabalhou com N´guabi Montel, seu investidor na altura, e trabalhou com músicos Namibianos e Sul-africanos.
    “Alma gêmea ” é o primeiro single promocional do álbum “DDT-520”, primeiro álbum de inéditas da carreira de Halisson, e a faixa vem consolidar o processo de transformação proposto pelos incontáveis produtores, marqueteiros e assessores de imagem do cantor liderados pela editora Clé Entertainment.
    Musicalmente falando, “Alma gêmea” é um apanhado de diversos elementos de fórmulas de sucesso como, mais uma vez, tem feito em Angola e no exterior do país, e ele segue o barco, Eletropop e Naija, este último estilo oriundo do popular pais africano Nigéria, e contou com a produção e Co/direcção artística de Lionsel.
    Alma Gêmea é um grande e bom Single, e deixa os ouvintes com aquela sensação de que “ele até canta bem e nesse estilo fica mesmo bem devia apostar nisso”.
    O refrão da faixa é cheio de alma grudenta que deixa os ouvintes que executam pela primeira vez emocionados e se deixam levar pelo ritmo, bem casado com a voz sublime e melancólica de Filho do Zua. Aliás Filho do Zua dá a pimenta necessária de uma composição bem conseguida de Halisson Paixão que exalta o amor em seu estado Puro.
    Para o menino que canta desde os seis anos descoberto pelo talentoso N´guabi Montel, fazer música é uma coisa orgânica e acontece naturalmente.
    “Alma gêmea” é o hit que que irá dominar as rádios e pistas dança em 2019. certamente.

    Post Top Ad

    Post Bottom Ad